Detone 1 Cm de Cintura em Casa com Este Poderoso Xarope Caseiro!

Detone 1 Cm de Cintura em Casa com Este Poderoso Xarope Caseiro de forma natural. Além disso, este xarope caseiro para reduzir a cintura dramaticamente, elimina o excesso de fluido no corpo.É particularmente eficaz como complemento aos exercícios cardiovasculares e ao treinamento regular. Confira os Benefícios dos ingredientes que compõe este xarope caseiro para reduzir a cintura:

xarope caseiro para reduzir a cintura
xarope caseiro para reduzir a cintura

Benefícios do Gengibre:

O Gengibre é um dos ingredientes que compõe este xarope caseiro para reduzir a cintura, pois é rico em vários nutrientes que podem ser de grande ajuda. Além disso são principalmente ajudar na perda de peso, acelerando o metabolismo, e relaxar o sistema gastrointestinal, prevenindo náuseas e vômitos. No entanto, o Gengibre também atua como antioxidante e anti-inflamatório, ajudando na prevenção de doenças como câncer cólon-retal e úlceras no estômago.

Benefícios do Mel:

O Mel é rico em vitaminas e minerais, enzimas, aminoácidos, antioxidantes, pré e probióticos, e uma série de outros fito nutrientes e compostos medicinais, que variam de acordo com o tipo de abelha e de plantas que se colhe o néctar.O Mel ajuda reduzir a cintura, pode ser usado como substituto do açúcar em muitos alimentos e bebidas. ele contém cerca de 69% de glicose e frutose, permitindo que seja usado como adoçante para saúde em geral.

Receita do Xarope Caseiro Para Reduzir a Cintura:

Veja agora como preparar este poderoso xarope caseiro para reduzir a cintura.

INGREDIENTES:

  • 125 gramas de rábano;
  • 4 limões;
  • 2 cm de gengibre fresco;
  • 3 colheres de sopa de mel;
  • 3 colheres de sopa de canela.

MODO DE PREPARO:

  • Misture o rabanete e gengibre, adicione o suco de limão e misture por 3 minutos. Em seguida, adicione o mel e a canela, misturando até obter um xarope.
  • Mantenha a preparação em um recipiente de vidro e tome uma colher duas vezes por dia antes de comer ou treinar.

Realize o procedimento por três semanas e descanse mais três antes de reiniciá-lo.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Valeria Carneiro

Drª. Valeria Carneiro Graduada na Universidade Federal de Minas Gerais em Medicina Especializada em Ginecologia e Obstetrícia, Pós Graduada no Departamento de Ginecologia na UNIFESP/ EPM a 2 anos, Experiencia clinica em patologias do trato genital feminino e foco em cirurgias ginecológicas como também especialista em partos normais e cirúrgicos.