Elimine as Pedras nos Rins com esses Remédios Caseiros

Para que você Elimine as Pedras nos Rins com esses Remédios Caseiros, vamos lhe mostrar uma lista com Remédios que realmente Eliminam as Pedras nos Rins. Além disso, estamos falando de uma condição dolorosa marcada pela formação de pedrinhas que obstruem o sistema urinário.

Popularmente conhecida como Pedras nos Rins, essa formação endurecida pode surgir nos rins e atravancar outro ponto do canal urinário. Como o ureter, canal que transporta a urina até a bexiga, é muito estreito, a partícula acaba emperrada. Para expulsá-la, o organismo provoca contrações e surge a dor intensa.

Elimine as Pedras nos Rins
Elimine as Pedras nos Rins

Os rins funcionam como dois grande filtros do sangue. Além de água para formar a urina, eles retêm diversos elementos, como cálcio, ácido úrico e oxalato. Quando essas moléculas aparecem em grande quantidade e há pouco líquido para dissolvê-las, surgem cristais ou agregados que se avolumam e viram as Pedras nos Rins. O tamanho deles varia, mas podem chegar a 2,5 centímetros.

As pedrinhas formadas pelo cálcio correspondem a cerca de 80% dos casos de Pedras nos Rins. Isso acontece quando o intestino promove uma absorção exagerada do mineral, que não consegue ser excretado a contento a partir dos rins.

Aí se formam os cristais de cálcio. Da mesma forma, quando há uma concentração excessiva de ácido úrico ou oxalato (causada por um mau aproveitamento do organismo, por exemplo), podem ser formar pedrinhas de potencial doloroso.

Existe ainda um quarto tipo de pedra, mais raro, a estruvita. Diferentemente das outras, essa acomete principalmente mulheres. Sua origem está associada a uma infecção causada pela bactéria Proteus mirabillis, que altera o pH da urina, facilitando a agregação de partículas de magnésio, fosfato e amônia. Então, Elimine as Pedras nos Rins com esses Remédios Caseiros:

Feijão Vermelho

Em uma nota semelhante (e um pouco ironicamente) Feijão – chamado por sua semelhança em forma e cor para o mesmo órgão chamado – também são ótimos para limpar Pedras nos Rins. Feijão não são apenas muito ricos em fibras, eles também são uma grande fonte de proteína não animal, vitaminas do complexo B e minerais que melhoram o trato urinário e a saúde renal.

Para obter o máximo de seu feijão, cozinhe-os em água (evite caldo de carne, sal, etc) até que estejam macios o suficiente para comer. Coe o líquido, deixe esfriar e coe novamente. Você pode beber o caldo de feijão resultante para ajudar a dissolver e lavar as pedras, em seguida, comer os feijões deliciosos-se para impulsionar a sua saúde geral dos rins.

Elimine as Pedras nos Rins com esses Remédios Caseiros
Elimine as Pedras nos Rins com esses Remédios Caseiros

Limite os Alimentos Ricos em Toxinas

Considerado um anti-nutriente, o ácido oxálico está presente em frutas, vegetais e folhas verdes. O organismo humano também o produz.

Uma vez que se ingere oxalato em excesso, ele passa a ser expelido na urina. Isso aumenta a tendência de solidificação, que pode culminar nas Pedras nos Rins. Sua capacidade de ligação com outros minerais pode formar Pedras nos Rins.

Por outro lado, o oxalato é um composto interessante para a saúde e deve estar presente na dieta. É preciso manter o equilíbrio: nem consumi-lo em excesso e nem eliminá-lo por completo do cardápio.

Fibras

Muitas fontes de proteína vegetal também têm a vantagem de serem grandes fontes de fibra insolúvel – outro remédio eficaz para deter o crescimento das Pedras nos Rins existentes e impedir a formação de novas pedras.

Fibra insolúvel ajuda a reduzir o cálcio no trato urinário, ligando-se a ele nos intestinos. Cálcio passado através das fezes significa menos do mineral está disponível para cristalizar nos rins. Algumas grandes fontes de fibra solúvel incluem grãos integrais, legumes, frutas e vegetais verdes.

Enquanto muitas frutas e legumes são excelentes fontes de fibra, esteja ciente de que eles também podem conter altos níveis de oxalato, que é uma das principais causas de Pedras nos Rins.

Suco de Limão

Você pode adicionar limões espremidos na água quantas vezes quiser. Os limões contêm citrato, que é uma substância química que impede a formação de cálculos de cálcio. O citrato também pode quebrar pequenas pedras, permitindo que elas passem mais facilmente.

Suco de limão tem inúmeros outros benefícios para a saúde. Por exemplo, ajuda a inibir o crescimento de bactérias.

Evite Altas Doses de Vitamina C

Muitas pessoas investem em comprimidos de vitamina C, acreditando que eles são capazes de influenciar a saúde. Porém, o ácido ascórbico em excesso está ligado a maior chance de ter Pedras nos Rins.

Isso acontece pois a vitamina C é capaz de tornar maior a expulsão do oxalato na urina. Isso ocorre também pela capacidade do ácido ascórbico se transformar em oxalato, quando ingerido.

Esse fato se comprovou por estudos. Pessoas que participaram da análise e que tomaram vitamina C tinham um risco duas vezes maior de ter cálculos renais. A ingestão da substância foi feita através de suplementos, uma vez que alimentos em geral não influenciam nesse aspecto.

Diminua a Quantidade de Sal

Se você ingere sal em excesso, saiba que está correndo ainda risco de desenvolver Pedras nos Rins. Isso porque ele estimula a urina a excretar mais cálcio presente. Isso possibilita que ele se solidifique e machuque o corpo ao ser expelido.

Mesmo não havendo prova concretas dessa informação, a limitação da quantidade de sódio ingerida diariamente deve ser levada a sério. E isso porque ele propicia a chegada de diversas doenças sérias. Uma dica simples para diminuir o consumo de sódio é diminuir a ingestão de alimentos processados.

Elimine as Pedras nos Rins com esses Remédios
Elimine as Pedras nos Rins com esses Remédios

Ingira Bastante Cálcio

Muitas pessoas acreditam que, como as Pedras nos Rins contém cálcio, diminuir seu consumo é benéfico para não ter riscos de sofrer de cálculos renais. Porém, isso não é verdade. O problema vive nos excessos.

Conforme estudos demonstraram, uma rotina que invista em cálcio além do suficiente está relacionada a maiores chances de sofrer de Pedras nos Rins. Porém isso não significa que a substância deva ser eliminada da dieta.

Indivíduos que sofreram de cálculos renais uma vez foram dispostos a uma dieta que continha 1200 mg de cálcio por dia. Assim, apresentaram metade do risco de vivenciar uma crise, especialmente em comparação a outros grupos que consumiram apenas 400 g de cálcio.

Investindo em alimentos como queijo, leite e iogurte, dificilmente será possível ultrapassar os limites recomendados por instituições de saúde, que giram em torno de 1000 mg por dia para adultos e 1200 mg para todos idosos e mulheres acima de 50 anos.

Coma Menos Proteína Animal

As Pedras nos Rins tem sido amplamente conectadas ao alto consumo de carne, uma vez que diminui os níveis de citrato e aumenta a expulsão do cálcio do organismo. Esse tipo de macro nutriente também é rico em purina, que aumentam o risco de formação de pedras de ácido úrico.

Na realidade, a purina está presente em praticamente todos alimentos, variando na quantidade. Carnes menos populares, como a carne de rim ou de fígado, geralmente contém as maiores taxas de purina.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Ana Karolynne Goncalves

Sou graduada no curso de Nutrição pela Universidade Federal de Maranhão (UFMA), do CRN6-MA 16199, com Mestrado na área da Nutrição Clínica com relação ao metabolismo, prática e terapia nutricional, realizado também na Universidade Federal de Maranhão (UFMA). Atualmente trabalho no campo de pesquisa sobre a Qualidade e Inovação em Alimentos, e também atuo como editor no site Receitas Caseiras, utilizando todo meu conhecimento para trazer qualidade de vida para nossos leitores.