8 Remédios Caseiros Para Micção Frequente que Poucos Conhecem!

8 Remédios Caseiros Para Micção Frequente que Poucos Conhecem. Além disso, a Micção Frequente ocorre quando seu corpo não é capaz de controlar a atividade da micção com precisão e devido a uma bexiga hiperativa, você é incapaz de segurar a urina e precisa fazer xixi com mais frequência.

Remédios Caseiros Para Micção Frequente
Remédios Caseiros Para Micção Frequente

Existem muitas causas por trás de uma bexiga hiperativa. Algumas causas comuns incluem velhice, obesidade, danos nos nervos, gravidez, menopausa, cistite, diabetes descontrolado, infecções do trato urinário, câncer de bexiga e doenças como prostatite, fibrose prostática e estenose uretral.

Consumo excessivo de água, consumo excessivo de cafeína ou álcool, ansiedade e medicamentos que causam um rápido aumento na produção de urina ou exigem que tome com muitos líquidos também podem causar este problema chato.

Devido a uma bexiga hiperativa, você pode experimentar sintomas como um aumento do desejo de urinar, Micção Frequente, dor ao urinar, coágulos sanguíneos na urina, dor abdominal, dor na bexiga e dor nas costas, bem como nas áreas do quadril.

A Micção Frequente não é um problema muito sério, mas pode causar muito desconforto, já que você precisa urinar várias vezes ao dia, mesmo à noite. Felizmente, você pode tratar este problema chato com alguns remédios caseiros eficazes. A seguir 8 Remédios Caseiros Para a Micção Frequente:

1 – Exercícios de Kegel:

Fazer exercícios de Kegel regularmente pode ajudá-lo no combate a Micção Frequente.

Os exercícios de Kegel, também conhecidos como exercícios do assoalho pélvico, consistem em contrair e relaxar repetidamente os músculos do assoalho pélvico para torná-los mais fortes. Ao fortalecer os músculos da uretra e da pélvis, esses exercícios sustentam a bexiga.

Um estudo de 2017 constatou que o treinamento dos músculos do assoalho pélvico melhora a sintomatologia, a função dos músculos do assoalho pélvico e a qualidade de vida de mulheres com sintomas de bexiga hiperativa.

2 – Vinagre De Maçã:

Quando se trata de remédios caseiros para Micção Frequente, o vinagre de maçã também é eficaz.

O vinagre de maçã tem propriedades antibacterianas e antifúngicas que ajudam no combate a qualquer infecção que possa levar à Micção Frequente. Também reduz a dor associada a infecções no sistema digestivo.

Além disso, é uma rica fonte de enzimas, potássio e outros minerais úteis, e ajuda na restauração do equilíbrio natural do pH do corpo.

  • Adicione 1 colher de sopa de vinagre de maçã cru e não filtrado e 1 colher de chá de mel cru em um copo de água morna. Beba duas vezes ao dia;
  • Além disso, você pode adicionar 1 a 2 xícaras de vinagre de maçã à sua água do banho. Mergulhe por 15 a 20 minutos. Faça isso uma vez por dia até que seu problema melhore.

3 – Compressas Quentes:

Para aliviar a dor associada a uma bexiga hiperativa, nada pode ser melhor do que uma compressa morna e calmante.

O calor ajudará na minimização da pressão da bexiga, bem como relaxar os músculos, diminuindo assim a dor.

  • Enrole uma garrafa de água quente em uma toalha;
  • Deite-se e coloque sobre a bexiga inferior;
  • Deixe lá o maior tempo possível;
  • Repita conforme necessário.

Você também pode usar uma almofada de aquecimento para conseguir alívio da dor.

4 – Iogurte:

Manter a bexiga saudável é uma medida preventiva para uma bexiga hiperativa.

Para a saúde da bexiga, incluir o iogurte em sua dieta é uma opção simples, mas muito eficaz. Sendo um alimento probiótico, o iogurte grego pode impulsionar o crescimento de boas bactérias no trato urinário e promover um equilíbrio saudável de bactérias em seu intestino.

Ajuda no tratamento das infecções do trato urinário e melhora a saúde renal e a digestão ao mesmo tempo.

Um estudo de 2006 sugere que os probióticos podem ser benéficos para prevenir infecções recorrentes do trato urinário em mulheres.

  • Diariamente, você deve comer 1 ou 2 tigelas de iogurte natural para conseguir melhores resultados. Lembre-se de não consumir iogurte com sabor, uma vez que contêm adoçantes e agentes artificiais.

Junto com o iogurte, você pode ter outros alimentos fermentados, como kimchi, chucrute e picles azedos.

5 – Acupuntura:

A acupuntura é eficaz para controlar a síndrome da bexiga hiperativa. Nesta técnica chinesa, os praticantes da acupuntura tratam os problemas inserindo agulhas extremamente finas e descartáveis em certos pontos de acupuntura.

Um estudo de 2005 descobriu que as mulheres que receberam 4 tratamentos semanais de acupuntura específicos para a bexiga tiveram melhoras significativas na capacidade, urgência, frequência e qualidade da bexiga, em comparação com as mulheres que receberam placebo em tratamentos de acupuntura.

Outro estudo publicado em 2014 indica que a acupuntura poderia reduzir episódios de micção e urgência em 24 horas e melhorar a qualidade de vida entre pessoas com bexiga hiperativa.

Em um estudo de 2018, os pesquisadores concluíram que a acupuntura pode ter um efeito na diminuição do número de episódios de micção, episódios de incontinência e episódios de noctúria.

No entanto, essa evidência é insuficiente para mostrar o efeito do uso de acupuntura sozinha ou o efeito adicional de remédios no tratamento da bexiga hiperativa. Sempre faça a acupuntura apenas por um especialista profissional. Nunca tente a acupuntura sozinha se você não tiver sido treinado nela.

6 – Biofeedback:

Um tratamento alternativo, o biofeedback também pode fornecer alívio da bexiga hiperativa e micção descontrolada. No biofeedback, você está conectado a sensores elétricos que ajudam a fazer mudanças sutis em seu corpo, como o fortalecimento dos músculos pélvicos. Desta forma, quando você tem sentimentos de urgência, pode suprimi-los.

Um estudo de 2000 relata que o biofeedback pode ser empregado em conjunto com outras formas de tratamento, como terapia medicamentosa, e é particularmente útil em crianças.

Um estudo de 2016 descobriu que o biofeedback pode ser considerado como a opção de tratamento de primeira linha quando a uroterapia falha em crianças com bexiga hiperativa.

7. Groselha Indiana:

A groselha indiana, também conhecida como amla, é boa para a saúde urinária do corpo.

Uma grande fonte de vitamina C, aumenta a acidez da urina, matando assim as bactérias causadoras de infecções. Os problemas potenciais de infecções do trato urinário são uma das principais causas por trás de uma bexiga hiperativa. Além disso, a vitamina C é boa para a sua imunidade.

Extraia o suco da groselha indiana, adicione 1 colher de chá de mel e mexa bem. Consuma esta mistura junto com uma banana 2 a 4 vezes por dia.

Adicione 1 colher de chá de groselha indiana e açafrão em pó em 1 xícara de água. Ferva a solução até metade da água evaporar. Deixe esfriar por algum tempo. Beba a solução 3 vezes ao dia por 3 a 5 dias.

8 – Evite Disparadores Dietéticos:

Certos gatilhos dietéticos podem tornar a bexiga hiperativa e causar mais micção. Nesse cenário, é melhor evitar os gatilhos dietéticos, tanto quanto possível.

Alimentos e bebidas que são conhecidos por contribuir para a bexiga hiperativa são bebidas cafeinadas; sucos cítricos e frutas; refrigerante e outras bebidas carbonatadas; chocolate; alimentos picantes; adoçantes artificiais; leite e produtos lácteos; e açúcar e alimentos com alto teor de açúcar.

Embora o suco de frutas vermelhas seja frequentemente recomendado para a saúde da bexiga, ele age como um irritante caso tenha bexiga hiperativa. Então, evite esse suco.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO: