Os 10 Remédios Caseiros Para Tratar Rinite Alérgica

Remédios Caseiros Para Tratar Rinite Alérgica de forma simples e natural. Além disso, a Rinite Alérgica é uma inflamação da mucosa do nariz (parte interna do nariz por onde passa o ar que respiramos) e ela é causada por uma reação alérgica que desenvolvemos quando inalamos partículas tóxicas no ar que respiramos. O nariz tem a função de filtrar, aquecer e umidificar o ar que vai chegar aos pulmões.

Quando o ar está com muitas impurezas e em condições impróprias para o nosso organismo, nosso mecanismo de defesa, que é nosso sistema imunológico, é acionado causando os sintomas incômodos da Rinite Alérgica. Isso porque o organismo tenta impedir a passagem do “agente agressor”, por isso que espirramos tanto e é formada tanta secreção e coriza.

Remédios Caseiros Para Tratar Rinite Alérgica

1. Remédios Caseiros Para Tratar Rinite Alérgica com Alcaçuz:

O alcaçuz é um arbusto muito usado na medicina tradicional chinesa e em outras culturas por suas propriedades anti-inflamatórias. Seu efeito é tão forte que o mesmo já foi considero uma cortisona natural. A raiz de alcaçuz é totalmente indicada para o tratamento natural de alergias, graças à uma série de princípios com atividade anti-inflamatória similar a dos glicocorticoides.

2. Como Tratar Rinite Alérgica com A Urtiga:

A urtiga é uma planta medicinal altamente depurativa e que ajuda a bloquear os efeitos da histamina em pessoas alérgicas principalmente ao pólen. Além disso, ajuda a evacuar e a refrear produção de mucosidade e ataques de tosse produzidos.

Principalmente, pela alergia ao pólen e pela reação a outros alergênicos. Também pode ser consumida em infusão ou como extrato, além da opção de prepará-la em sopas. Não se esqueça de utilizar sempre uma luva para a manipulação desta planta!

3. Remédios Caseiros Para Tratar Rinite Alérgica com chá Verde:

O chá verde tem numerosas propriedades para a saúde e baixo teor de teína, por isso pode ser consumido habitualmente. Em casos de Rinite Alérgica, o chá verde contém um composto que impede a produção de histamina, diminuindo e aliviando a reação e os sintomas da alergia. Consuma duas ou três xícaras diárias deste chá. Você também pode optar pelo extrato ou por comprimidos de chá verde.

4. Como Tratar Rinite Alérgica com Orégano:

O orégano é um grande aliado no combate não só da Rinite Alérgica, como também de outros problemas respiratórios e é muito utilizado na medicina popular devido ao seu alto poder antisséptico limpando as vias aéreas; por ser anti-histamínico reduzindo os sintomas da Rinite Alérgica e sinusite; antiviral combatendo gripes e resfriados; anti-inflamatório amenizando dores e cólicas; por ser fonte de ômega-3 auxiliando no combate de doenças cardíacas; combate a asma, estimula o apetite e ainda reduz problemas de flatulência.

5. Remédios Caseiros Para Tratar Rinite Alérgica com Gengibre:

O gengibre é uma raíz forte, muito utilizada na culinária japonesa, mas atualmente vem ganhando cada vez mais espaço na medicina funcional. Ele é muito procurado por pessoas com Rinite Alérgica, com dores de garganta e tosse.

6. Como Tratar Rinite Alérgica com Chá de Eucalipto e Amora:

Outra sugestão de chá com a folha de eucalipto é ferver 1 litro de água pela manhã, adicionar 1 folha fininha de eucalipto e 2 folhas de amora. Deve-se tomar 1 xícara desse chá em jejum e o restante no decorrer do dia quando surgirem as crises da Rinite Alérgica.

7. Remédios Caseiros Para Tratar Rinite Alérgica com Água Oxigenada:

Uma ótima alternativa para aliviar o Rinite Alérgica são os sprays nasais. Melhor ainda quando temos a opção de não gastar dinheiro comprando aqueles sprays prontos com mais de um componente na fórmula que podem causar vício pelo fato de ter uma ação imediata.

Por isso é indicado o uso da água oxigenada como spray nasal, mas cuidado! A água oxigenada é a de 10 volumes e não as que se utiliza para descoloração de pelos e cabelos.

8. Como Tratar Rinite Alérgica com Buchinha-do-Norte:

Eu particularmente nunca tinha ouvido falar dessa plantinha. Pelo menos não com esse nome! A Buchinha-do-Norte ou Cabacinha, dependendo da região do Brasil que se fala, é uma plantinha pequena, redondinha, com alguns “espinhos” por fora (parecendo uma Mamona) e por dentro ela parece aquelas buchas vegetais que se utiliza para tomar banho, daí a origem do nome.

9. Remédios Caseiros Para Tratar Rinite Alérgica com Soro Fisiológico:

O soro fisiológico também é muito bom para a Rinite Alérgica e a limpeza de secreções e impurezas das vias nasais; e também é barato. Ele ainda hidrata e ajuda a prevenir as vias nasais de ressecamentos e novas irritações. Utilize o soro morno. Encha uma seringa com 5 a 10 ml de soro fisiológico e incline a cabeça para o lado.

Injete o soro em uma narina e deixe que ele saia pela outra. Depois repita o procedimento alternando as narinas. Enquanto isso, fique respirando pela boca. Repetir o procedimento de duas a três vezes por dia.

10. Como Tratar a Rinite Alérgica com Suco de Abacaxi com Agrião:

O abacaxi e o agrião são expectorantes, daí sua contribuição no combate à Rinite Alérgica. O abacaxi ainda é antioxidante e rico em vitamina C. O suco de abacaxi com agrião é bem simples de fazer, basta um liquidificador à disposição. Extraia um copo de suco de abacaxi puro e bata no liquidificador com um copo de folhas de agrião. Beba logo em seguida. A recomendação é de tomar duas vezes por dia durante o período de crise.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

VOCÊ PRECISA VER ISSO:

INFORMAÇÃO DO AUTOR: Ana Karolynne Goncalves

Sou graduada no curso de Nutrição pela Universidade Federal de Maranhão (UFMA), do CRN6-MA 16199, com Mestrado na área da Nutrição Clínica com relação ao metabolismo, prática e terapia nutricional, realizado também na Universidade Federal de Maranhão (UFMA). Atualmente trabalho no campo de pesquisa sobre a Qualidade e Inovação em Alimentos, e também atuo como editor no site Receitas Caseiras, utilizando todo meu conhecimento para trazer qualidade de vida para nossos leitores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *